Imposto de Renda 2023 – Quem precisa declarar

Anúncios

O Imposto de Renda 2023 vem aí e muitas pessoas querem saber quem deve ou não declarar, principalmente depois ligadas ao limite de salário.

Se lhe interessa saber sobre o assunto, se prepare, pois este post foi feito para você. Aqui apresentarei tudo o que é preciso saber sobre o assunto e claro, descobrir se você deve ou não se preparar para fazer sua declaração.

Vamos lá?

O que é o Imposto de Renda 2023?

O Imposto de Renda 2023 é uma cobrança realizada pela Receita Federal todos os anos. Entretanto, não são todos que devem fazer a sua declaração. Normalmente, o foco está em apenas naqueles que tenham ganhos acima do valor base no ano de 2022. Portanto, quando você declara, os valores estão focados em gastos de 2022, apenas.

Essa é uma alternativa que o Governo Federal usa para avaliar os gastos dos brasileiros. Além disso, essa é também a alternativa para ficar de olho naqueles que tentam sonegar impostos.

Os valores são sempre pagos de acordo com o rendimento. A ideia é que quem recebe mais, paga mais, enquanto que aqueles que têm uma renda no ano menor, pagam menos.

Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2023?

Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2023 são pessoas que tiveram um rendimento anual em 2022 acima de 28.559,70 ou quem tem ganhos mensais maiores que R$ 2.380. Neste caso, o rendimento é avaliado de acordo com ganhos ligados a aposentadoria, salário, pensões e aluguéis.

Além disso, outras pessoas que devem declarar o Imposto de Renda 2023 são aqueles que receberam algum rendimento isento, não tributável ou tributado exclusivamente na fonte acima de R$ 40.000,00.

Por fim, outras pessoas que devem declarar o imposto de renda são aquelas que ganharam algum capital a partir de bens ou direitos acima do limite que é R$ 300 mil e, claro, investidores da bolsa de valores, mercadorias ou parecidos.

Quem tem atividade rural precisa declarar?

Assim como outros perfis de rendimento, quem tem atividade rural também precisa declarar o Imposto de Renda 2023, mas os valores são diferentes.

Neste caso, se você realiza atividade rural como pessoa física, você deve declarar o imposto se o seu rendimento for maior que R$ 142.798,50.

Além disso, se você tem o intuito de compensar algum tipo de prejuízo da atividade rural que aconteceu nos anos anteriores ou até mesmo em 2022, é preciso fazer a declaração também.

Quais são as novidades no Imposto de 2023?

Agora, no Imposto de Renda em 2023 você tem a chance de pedir a restituição do seu dinheiro pelo PIX, além de poder utilizar a declaração pré-preenchida.

O mais interessante é que, quem fizer a declaração desta maneira será visto como prioridade para receber o dinheiro de volta.

Claro, não podemos esquecer que declarantes acima de 60 anos, deficientes, portadores de moléstia grave e pessoas que têm como fonte de renda o magistério, receberá a prioridade antes.

Quando irão acontecer as restituições do Imposto de Renda 2023?

Se você terá dinheiro para ser restituído na sua conta após declarar o Imposto, fique de olho nas seguintes datas, pois, as transferências irão acontecer nestes dias:

  • 31 de maio de 2023;
  • 30 de junho de 2023;
  • 31 de julho de 2023;
  • 31 de agosto de 2023;
  • 29 de setembro de 2023.

Além disso, com a mudança das leis, se você ganhar até R$ 2.640,00, você não pagará nenhum imposto de renda e caso o tenha feito, o dinheiro será devolvido.

Já aqueles que têm o salário maior do que esse apresentado, terá de pagar os valores acima deste citado.

Qual é o prazo final da declaração?

Agora que você já sabe se deve ou não fazer a declaração de imposto de renda em 2023, vamos descobrir qual é a data mínima e máxima para declarar.

O prazo para o envio dos documentos pode ser feito a partir do dia 1 de março até o dia 30 de abril. Ou seja, são 60 dias para que seja organizado os documentos e a declaração, seja realizada. Entretanto, a declaração só poderá ser feita a partir do dia 15 de março.

Vale lembrar que quem não cumprir a declaração dentro do período estipulado e enviar os documentos somente depois do prazo, vai ter que pagar 1% de multa ao mês do imposto devido.

Com um valor mínimo de pagamento de R$ 165,74 e máximo de cobrança de 20% sobre o valor de imposto devido.

Agora que você sabe como vai funcionar o Imposto de Renda, não deixe de ficar de olho na data final para que não precise arcar com mais contas.

Além disso, essa é uma ótima forma de você receber um valor devido de volta para o caso de ter pago imposto além do que deveria.

Jéssica
Jéssica
Olá, sou escritora com uma vasta experiência em redes de sites, onde meu foco é criar conteúdos que não apenas informam, mas também facilitam a vida dos leitores. Minha motivação para escrever vem do desejo de ajudar os usuários a encontrar respostas e soluções práticas. Acredito que a escrita é uma poderosa ferramenta de conexão e espero que você encontre nos meus artigos um recurso valioso para suas pesquisas e leituras diárias.